O que a Bíblia diz sobre a alimentação

O que a Bíblia diz sobre a alimentação

A alimentação tem sido objeto de debate teológico durante séculos. Uns comem de tudo, outros não comem carne de porco ou mariscos, outros são vegetarianos. Por quê?

Romanos 14 diz que o Reino de Deus não é comida nem bebida. E é certo. Há coisas mais importantes. No entanto, o primeiro mandamento [para o homem não comer da árvore do conhecimento do bem e do mal] em Gênesis 2:16-17 tem a ver com comida. A caída do homem em Gênesis 3 teve a ver com comida. A prova de fidelidade em Daniel 1 teve tudo a ver com comida. A primeira tentação de Jesus teve a ver com comida. O Concílio [de Jerusalém] em Atos 15 teve a ver com comida. Parece haver um vínculo entre sua fé e o que você come.

A maioria dos cristãos não consideram vigentes os princípios bíblicos da alimentação, mas e se essas indicações não fossem umas regras antiquadas? E se fossem uma proposta de Deus para tu vida hoje?

Descobra em minutos a verdade sobre a alimentação. Está preparado? Continue lendo.

Em Gênesis 1, a alimentação original era a vegetariana - plantas e frutas que davam sementes. Ninguém matava para viver. Então, o pecado a mudou e depois do dilúvio se introduziu a carne com restrições.

Levítico 11 e Deuteronômio 14 mencionam os animais que Deus permitiu comer. Existem muitas explicações para estas listas, mas parece haver relação com a vida porque nenhum animal puro come carne. Talvez estas normas não sejam só por saúde, mas a incrementa. Alguns estudo revelam que a carne de animais puros é mais saudáveis. (Olhem no Google.)

A diferença de puros e impuros não é só para os judeus. Aparece antes do dilúvio em Gêneses 7.
É universal. Estas normas se mantiveram em todo o Antigo Testamento. Jesus a respeitou, inclusive depois de sua morte.

Pedro disse que jamais comeu algo impuro. Mas... Não existem texto na Bíblia que anulam esta decisão? Não!

No Novo Testamento, Deus terminou com a impureza [Akathartos]. Esse termo, traduzido como "imundo", significa uma impureza específica. Não se pode eliminar e se aplica aos animais. Diferente do termo Koinos, traduzido como "comum", que é uma impureza transitória e cerimonial na cultura judaica.

Em Marco 7, Jesus purifica todos os alimentos. Não havia mais animais imundos, Jesus anula a contaminação ritual da tradição. Os judeus acreditavam contaminar-se pelo trato com os gentios por isso na visão de Atos 10 aparecem animais puros e impuros juntos.

Pedro se escandaliza com a ordem, pois acredita que os animais puros estavam contaminados ritualmente. A lição é muito clara: O que Deus limpou, você não o chame de comum [impuro]. A visão era sobre preconceitos, não comida. Interessante, não acha?

Em Atos 15, são dadas normas para os não judeus que tornam implícita a vigência de animais puros e impuros.

Em Romanos 14, Paulo diz que nada é "comum" a si mesmo. Não disse nada de "imundo".

Em I Coríntios 8 e 10, fala de carnes oferecidas a ídolos (Que não existem!)... Era um assunto de consciência e não de animais imundos.

I Timóteo 4 se refere a alimentos aptos para o consumo, na Bíblia. E não carnes impuras.

A base Bíblica de tudo é um chamado à santidade. A proposta é que a seleção do que come seja em si um ato de relação. Quanto mais perto do ideal de Gênesis, melhor.

Seu corpo é um presente de Deus. Se descreve em I Coríntios 6 como seu templo porque Ele quer viver em ti. Por isso, sua saúde é importante.

A Organização Mundial da Saúde recomenda reduzir o consumo de carnes e aumentar o de frutas, verduras e hortaliças. Quem te desenhou disse o mesmo há muito tempo.

Matar para comer é um símbolo do pecado em nosso planeta e também não é necessário. Os povos mais saudáveis e longevos da Terra respeitam basicamente estas diretrizes.

O princípio, em I Coríntios 10, diz: "Quer comais quer bebais, fazei para glória de Deus".

Você quer honrar a Deus ao selecionar sua comida? Prove seu plano original e desfrute a diferença.

E como sempre, lembre-se: A maioria pode está equivocada.

Fonte: Tradução livre do vídeo La verdad en 2 minutos - la muerte.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos. Leia também o que a Bíblia diz sobre: TatuagensInfernoSábadoArrebatamentoMorteVerdades BíblicasSalvação e Dom de Línguas.

Comentários