O casamento [100 anos sem você - 5/5]

Troca de alianças no casamento

Há pessoas que, quando escutam falar em casamento, a cara delas mudam. É como se estivesse ligado um monte de sinais de perigo e surge 100 milhões de dúvidas. Por que será? O que o casamento tem que nos dá tanto medo? Será que não estamos entendendo o seu significado real?

Eu não sou especialista, é claro. Mas, se lermos a Bíblia, podemos ver que foi Deus mesmo que estabeleceu o casamento desde o início do mundo. Vendo que Adão estava sozinho, decidiu lhe dar uma companheira correspondente para que amasse e cuidasse, um do outro.

Para Deus, o casamento é tão sagrado que em várias ocasiões o comparou com o amor que Ele sente por nós, imenso e incondicional.

Você já viu esses casais adultos que se amam apesar dos anos, que seus filhos sentem vergonha, quando eles expressam seu amor? Suponho que, no fundo, todos nós os admiramos um pouco.

Graças a Bíblia, sabemos que o plano de Deus para hoje, apesar do pecado, continua sendo que através do casamento haja harmonia amor e amizade no casal. E que as pessoas possam desenvolver e desfrutar da felicidade na companhia de alguém que os complete. Alguém que nos ajude e em que possamos confiar.

Parece que é bom, né?

Se algum dia eu resolver me casar e, portanto, formar uma família, nunca quero esquecer da importância de tratar bem minha companheira, com amor e delicadeza, cuidando com minhas palavras e até meu tom de voz. Tentarei me controlar de tal forma que mostra sempre uma atitude de respeito. Evitando a zombaria e ironia, mesmo que seja só de brincadeira.

Por outro lado, acredito que conviver em casal implica que algumas vezes terei que está disposto a ceder inclusive quando pensar que minha opinião é a correta.

Vou procurar ser amável, paciente, cortês e delicada até nos pequenos detalhes da vida. Para que, como casal, tenhamos a oportunidade de construir nossa felicidade e alcançar o ideal de Deus.

Tenho certeza que o casamento é, acima de tudo, uma bênção e uma antecipação do céu. Por isso, não quero ter medo do casamento. O que desejo é que, algum dia, eu possa responder: Sim, me casarei contigo, não poderia passar cem anos em você.

Texto adaptação:
Série espiritual, com uma mensagem adventista, baseada no livro de Ellen G. White «Cartas a Jovens Namorados», comemorando o centenário de sua morte.

Comentários