A melhor decisão [100 anos sem você - 4/5]

A melhor decisão

Hoje estou feliz, sabia?

Outro dia, meu irmão mais velho nos disse que decidiu se casar. Quem sabe, algumas pessoas não pensem igual, mas, para mim, qualquer casal que se ama de verdade quer que seu amor aumente a cada dia e que dure para sempre.

Por isso, depois de um tempo de noivado, o normal é considerar avançar para o compromisso do casamento. Quando chega este momento, para colocar nossas ideias em ordem e tomar a melhor decisão, devemos dedicar tempo para pensar e pedir conselho a alguma pessoa mais chegada. Isso sem jamais fazer ninguém responsável pelas nossas decisões ou esperar que outros nos digam de que forma devemos agir.

Também sabemos que, quando necessitamos de ajuda, podemos sempre contar com Deus que nos escuta e nos responde, se chegarmos a Ele com humildade.

E não nos esqueçamos da experiência orientação de nossos pais. Mesmo que às vezes erram, nos amam, desejam nos ver felizes e podem nos oferecer bons conselhos.

Por outro lado, na hora de tomar uma boa decisão, sabemos que muitas pessoas que às vezes etiquetamos como "não cristãs" ou não crentes têm um grande coração e uma excelente moralidade. Inclusive, melhor que muitos outros que dizem seguir a Jesus e realmente não O refletem em tudo.

No entanto, para mim, o casamento significa compartilhar. E, quando num casamento, não se compartilha a mesma crença e só um dos dois coloca Deus em suas prioridades, o que acontecerá com o outro? Você acha que ele o entenderá? Ou quando um dos dois decidir baseado em costumes contrários a Deus, o outro será capaz de ficar firme?

O que Deus tem planejado, pra você e pra mim, só Ele sabe. Mas se algo está claro, é que sempre nos quer ter ao seu lado. Por isso, quando decidir compartilhar a minha vida com alguém, quero pensar se a pessoa que vou escolher me ajudará no meu objetivo de estar com Deus ou se, pelo contrário, o desprezará.

Diante de uma decisão tão importante, Satanás provavelmente tente nos confundir, mas estou convicto de que, se nos mantermos em comunhão com Deus e confiarmos nEle, poderemos tomar a decisão correta.

Somente estando unidos a Deus, quando chegar a hora, Ele vai nos mostrar o que é melhor para nós. Esse é o caminho pelo qual vamos ser realmente feliz.

Texto adaptação:
Série espiritual, com uma mensagem adventista, baseada no livro de Ellen G. White «Cartas a Jovens Namorados», comemorando o centenário de sua morte.

Comentários